Frete Grátis e 3x sem juros

Arquivo mensais:março 2018

  • Impactos dos brinquedos sexuais na vida do casal!

    Sempre existiu muito tabu entre as pessoas com relação a utilização dos brinquedos sexuais, até mesmo para pessoas que utilizam eles sozinhos. Em muitos casos, até quem já faz uso tem dificuldade em conversar sobre o assunto com outras pessoas e até mesmo com o parceiro. Mas muitos desconhecem os benefícios que a utilização dos brinquedos pode trazer para a vida do casal.

    Para quem é mais tímido, até mesmo a ideia de entrar em uma sexshop pode parecer assustadora e não se imaginam utilizando na frente de outra pessoa. Mas não existe motivo algum para timidez, os brinquedos sexuais podem inclusive ajudar a aumentar a intimidade do casal, principalmente para os que estão mais acostumados com o sexo mais convencional. Os brinquedos também ajudam a mulher a alcançarem o orgasmo mais rapidamente, o que geralmente é um problema para alguns casais.

    Para quem tem o interesse de trazer outra pessoa para os relacionamentos íntimos, mas fica inseguro de conversar sobre isso com o parceiro, a utilização dos brinquedos pode ser uma ótima maneira de se ter a sensação de possuir mais uma pessoa em um momento de intimidade.

    É possível encontrar em uma sexshop os mais diversos modelos de brinquedos, que possuem ótima qualidade e em alguns casos são construídos com materiais antialérgicos para aumentar a segurança de quem utiliza. Na escolha do brinquedo, é importante ser criativo, criar novos ambientes e mudar a rotina pode ajudar a aumentar o interesse do parceiro.

    Na hora do sexo é muito importante conhecer seus próprios limites, para isso é necessário conhecer também o seu corpo. Uma boa maneira para isso é com a utilização dos brinquedos, assim, é possível descobrir quais pontos do corpo sentem mais prazer. Também é possível explorar o corpo de parceiro, assim ambos conseguem sentir mais prazer, melhorando o desempenho sexual do casal.

    É muito importante ir descobrindo os limites de seu companheiro nestes momentos, assim é mais fácil aprender a se comunicar de maneira mais saudável com seu parceiro e conhecer seus desejos. Uma boa dica também é utilizar brinquedos que permitam o uso em conjunto, assim como os anéis penianos com vibrador, almofadas eróticas e estimuladores de clitóris que podem ser utilizados por ambos durante a penetração.

  • A evolução dos brinquedos eróticos!

    O Brasil é um país relativamente liberal em alguns aspectos, podemos notar isso na cultura que exala o corpo feminino e masculino. Porém, muitas vezes por motivos culturais e religiosos, existe um lado extremamente conservador. Tal conservadorismo acaba por muitas vezes afetando o mercado erótico. Um sexshop, por exemplo, é deliberadamente associado a prostituição, assim sendo bastante discriminado.

    Apesar de ser importante conhecer o próprio corpo, entrar e comprar algo em um sexshop ainda é visto como imoral. O que pode causar problemas para quem quer apimentar mais a relação, porém tem vergonha de adentrar esse tipo de loja.

    Devido a esse preconceito desnecessário, a frase “uma amiga perguntou” é muito popular quando o assunto aborda temas sexuais.

    Cenário favorável!

    Felizmente, esse é um cenário que está mudando aos poucos. O número de especialistas, consultoras e adeptas a brinquedos eróticos cresce a cada ano. Já existem no mercado os mais variados tipos de brinquedos sexuais que aumentam o prazer e facilitam o sexo.

    O tempo passa e com ele aos poucos se vai a ideia de que objetos sexuais servem de consolo para mulheres sem um parceiro, pois a procura por tais apetrechos cresce cada vez mais entre os casais que desejam apimentar a relação.

    Uma mudança que é notável nesse tipo de estabelecimento, é a sua caracterização. Em tempos que os sexshops sofriam ainda mais preconceito, essas lojas eram pouco convidativas, muitas vezes com ambientes escuros.

    Agora já podemos notar uma mudança até mesmo nesse aspecto visual. Conforme a mente das pessoas vai amadurecendo e entendo que não há problema algum em ter brinquedinhos sexuais, os estabelecimentos estão se tornando cada vez mais convidativos, coloridos e alegres.

    Transformar a compra e uso de brinquedos eróticos em algo do cotidiano, sem tabus, sem preconceito e constrangimento ainda vai demandar tempo e algumas transformações na cultura local.

    Com o tempo, a ideia de sair para fazer compras e voltar com alguns remédios, produtos de beleza e um vibrador se tornará normal, apesar de ainda ser algo totalmente novo.

    Por fim, as mulheres também precisam tomar um pouco de cuidado ao adotarem está pratica com um parceiro. Não chegue de surpresa e mostre para seu companheiro que você possui um brinquedo sexual, pois isso pode fazê-lo pensar que não dá conta do recado (e talvez não dê). Sendo assim, apresente aquilo como uma ferramenta que melhorará a relação entre vocês.

  • Conheça o mundo do sado e do fetiche!

    Você com certeza já ouviu falar em parafilia, certo?

    Ficou confuso?

    Bom, pode não parecer, mas essa palavra significa o mesmo que fetiche queridos leitores.

    O fetichismo está ligado à atração por objetos de forma a erotizá-los e não precisa necessariamente estar em contato com o corpo ou partes específicas.

    Ótimo para compor a preparação do momento íntimo, causar excitação e liberação de instintos naturais.

    Tipos de Fetiches

    Existem tipos de fetiches para todos os gostos, são eles: agorafilia (atração em ter relações ao ar livre), exibicionismo (fetiche por exibir os órgãos sexuais),asfixiofilia (gosto pela redução de oxigênio), aiquemofilia (prazer na utilização de objetos cortantes ou pontiagudos), coreofilia (atração no parceiro dançando para você), odaxelagnia (excitação por mordidas), kosupurefilia (atração sexual por Cosplay) e tem também a imagoparafilia (gostar de se imaginar em um fetiche sado ou não), etc.

    Vários eventos reúnem os adeptos do estilo conhecido como BDSM de maneira bem descontraída e divertida. Eles curtem uma mescla de bondage, dominação, submissão, sadismo e masoquismo, estando envolvida nessas práticas a parafilia de ligação ao sadomasoquismo. Compreende uma abordagem mais “hard”, na qual o prazer e sofrimento alheio andam juntos. Podendo fazer uso de inúmeros objetos de acordo com aquilo que proporciona mais excitação.

    Pet Play

    O Pet Play, outro estilo de fetichismo bem interessante, faz uso de acessórios os quais remetem a animais, como coleiras, fantasias, plugues anais de rabinho, tiaras com orelhas, entre outros. Tudo adquirido em sexshop. Os praticantes mantêm as características respectivas ao bicho escolhido, não só entre quatro paredes, mas também no dia-a-dia, em alguns momentos de forma a apimentar a relação e sair da rotina.

    Conceitos e novidades estão sempre surgindo para trazer mais conforto e vontade de experimentar o que ainda não foi provado. Por isso atreva-se a fantasias e valorize sua imaginação, podendo ser tudo o que tiver vontade. Busque ideias para apimentar a relação, analisando as opções e por fim experimentar!

    Tanto para iniciantes ou já adeptos ao mundo sado e dos fetiches, vale a pena ficar por dentro das tendências, usando e abusando dos produtos disponíveis em sexshop. Dialogue com seu parceiro(a) e permita-se ousar cada vez mais!

    Ah... E as novidades não param. Tem sempre inovações e lançamentos que prometem prazer total a você.

  • Conheça alguns jogos para fazer na hora do prazer!

    Seja no começo de um namoro ou em uma relação já duradoura, a verdade é uma só: há dias em que queremos apimentar ainda mais os momentos a dois e criar uma atmosfera quente e inesquecível para o sexo. Nesses momentos, os jogos na hora do prazer são, sem dúvidas, uma ótima pedida.

    Não existe contraindicações para os jogos. Divertidos e excitantes, eles melhoram a intimidade do casal e despertam uma imaginação muito bem-vinda. Com o auxílio de objetos encontrados facilmente em sexshop ou usando a criatividade, existe uma série de opções deles que podem não só tirar a rotina como também fazer ferver o prazer entre você e seu parceiro. Quer conhecer algumas? Então é só dar uma olhada nas sugestões que preparamos:

    1. Jogo dos dados Talvez a mais famosa das brincadeiras eróticas, o jogo é um verdadeiro clássico que pode tornar uma noite muito especial. Por um preço baratinho é possível encontrar no sexshop dados duplos que, combinados, sugerem uma ação a ser feita e a parte do corpo ou cômodo da casa onde ela será realizada. É só jogar e começar a aproveitar!

    2. “Eu nunca” erótico Você já ouviu falar no jogo do “eu nunca”? Tudo o que é preciso para entrar na brincadeira é uma garrafa de bebida e muita sinceridade. Nele, cada um, por vez, confessa algo que nunca fez e, caso a outra pessoa já tenha feito, deve beber um gole da bebida. Uma adaptação erótica cai muito bem aqui. Que tal apostarem em confissões sobre sexo e, além do gole da bebida, combinarem algumas outras prendas eróticas para pagarem?

    3. Strip Quiz Outra opção que está no rol dos jogos na hora do prazer que fazem jus à fama que têm. As regras são simples e deliciosas: um faz uma pergunta sobre si próprio para que o outro adivinhe (capriche nas perguntas apimentadas) e a cada erro uma peça de roupa é tirada sensualmente. Nesse cenário, não é difícil imaginar o que vem em seguida, né?

    4. Seu desejo é uma ordem Essa é uma sugestão para você colocar em prática hoje mesmo, se quiser. Só o que vai precisar é de um jogo que já tenha e a vontade de realizar (ou ter realizada) algumas fantasias. Convide o parceiro para um jogo de cartas, damas, videogame, vocês decidem. O importante é deixar claro que quem perder terá que realizar um desejo sexual do outro. Interessante, né? Durante o jogo, aproveite para já ir criando um ar envolvente e excitante para o que está por vir.

     

    Boa diversão!

4 Produto(s)